Nicholas Sparks – Os livros que viraram filmes (Parte 1)

julho 04, 2017



Para quem é fã, assim como eu, de Nicholas Sparks, sabe que a maioria de suas obras acabaram virando roteiro em Hollywood, mas se por acaso você conhece os livros e não sabia da existência dos filmes então vamos aos campeões de bilheterias do autor.


O primeiro filme, Uma Carta de Amor, que foi lançado em 1999, eu não assisti e não li, mas sabia da existência do livro, eu acabei procurando o trailer dele, assisti e tenho certeza que vai ser maravilhoso só por ser de Sparks.

O segundo, lançado em 2002, foi Um Amor Para Recordar, que eu tenho certeza que muitos de vocês já assistiram.
A primeira vez que eu assisti eu tinha 12 anos e chorei muito no final, morrendo de vergonha da Adriana, minha prima, porque assisti na casa dela. Então pra quem ainda não assistiu preparem os lencinhos.

O terceiro, super-romântico e tão lindo quanto todos os outros, foi lançado em 2004 e é o famoso Diário de Uma Paixão. Ele é passado na década de 1940 e me deixou mais encantada ainda. Esse eu não li o livro ainda, infelizmente, mas vi o filme tantas vezes que já perdi as contas!

Em 2008 Noites de Tormenta foi lançado nas telonas e já assisti algumas vezes. Ele é bonito sim, toda a história, mas na minha opinião o auge dela é o final. Ele é passado em uma cidade costeira da Carolina do Norte e a praia que ele foi gravado é linda e vazia e acredito que seja devido o frio.

Em 2010 dois filmes são lançados inspirados na obra de Sparks: Querido John, que eu li o livro e é lindo e A Última Música, que eu não li.
Em Querido John a mistura de romance com drama de guerra e problemas de família envolvem o enredo. Já em A Última Música que eu gostei, mas gostei muito mais de outros, fala sobre a raiva de uma adolescente após o divórcio dos pais, que descobre uma pessoa diferente nesse homem que ela mal conhecia, o final é surpreendente e claro que tem uma lição de vida.

Uma curiosidade é que todas as histórias do autor acontecem em alguma cidade do estado da Carolina do Norte, porque ele reside lá. E o que eu não sabia é que Um Amor para Recordar foi inspirado na história da irmã mais nova dele.

O conteúdo foi divido em duas partes pra não ficar tão cansativo, então eu espero vocês na semana que vem pra falar mais sobre as histórias de Nicholas Sparks que foram adaptadas para o cinema.

Até lá!

You Might Also Like

0 comentários